O setor imobiliário e a sustentabilidade

13/11/2014

Setores produtivos, como a construção civil, costumavam apresentar um alto impacto no meio ambiente. Prova disto são os altos índices de poluição nos canteiros de obras, rios e florestas; além da grande devastação de áreas verdes para extração de barro e outros insumos. Porém, em função de diversos problemas climáticos em várias regiões do planeta como enchentes, furacões, ciclones e secas; iniciou-se um processo de conscientização geral e uma frequente busca de soluções para evitar a deterioração do meio ambiente. A sustentabilidade tem sido um assunto constante em diferentes circunstâncias, tanto profissionais quanto pessoais. No setor imobiliário, novos padrões foram criados a partir disto. Foram questionadas diversas melhorias no momento de construção. As vendas de imóveis de forma sustentável iniciaram-se na Europa e nos Estados Unidos. Com o assunto em alta, gerou-se lucros e bons negócios para o setor de construção civil mundial. O mercado de empreendimentos imobiliários sustentáveis avançou de forma não somente ambiental, mas também pela economia financeira de longo prazo - pois houve redução de contas e valorização em caso de revenda. Alguns exemplos de ações sustentáveis em construções de imóveis são: reutilização da água da chuva, reciclagem de resíduos domésticos, madeira de reflorestamento, cobertura verde, captação de energia solar (reduzindo o consumo de energia elétrica), utilização de lâmpadas LED e isolamento térmico (evitando o uso do ar para resfriamento ou aquecimento do ambiente). Empreendimentos imobiliários vem se conscientizando cada vez mais em seus valores e princípios, e a Módena há tempos segue essa filosofia. A missão da incorporadora é preservar a natureza e aproveitar as vantagens de práticas sustentáveis - proporcionando conforto, eficiência de recursos e qualidade de vida aos compradores. --- Módena Construindo Referências

Voltar ao Blog

Entre em contato conosco

Escolha a forma de preferência e entre em contato com a gente