O consórcio é a melhor opção pra você?

17/09/2015

 
O que é
 
Consórcio é um dos tipos de aquisição de imóveis (e outros bens) existentes no mercado brasileiro. Ele vale para residencial, comercial, terreno e até mesmo para reformas e construções. É cedido por uma instituição financeira, que administrará os pagamentos e os contratos. 
 
Como funciona
 
Um grupo de pessoas com o mesmo objetivo de compra - um imóvel, por exemplo -, se une para a aquisição, fazendo um consórcio com uma administradora. Cada membro do consórcio paga suas parcelas mensalmente, da mesma forma que um financiamento, e o valor arrecadado é usado para que a cada mês algumas pessoas, contempladas através de sorteio, obtenham o bem. Também é possível fazer lances, pagando uma parcela de valor relativamente superior ao que é pago mensalmente. Nesses casos, o maior lance, ou seja, o valor mais alto da parcela, também já garante o imóvel. 
 
Ao ser contemplado, ou quitar o consórcio, recebe-se uma carta de crédito no valor contratado. Com essa carta, o contemplado compra o imóvel que deseja, neste valor.
 
Benefícios
 
- Não existem juros comprando pelo consórcio, pois o dinheiro usado para comprar os imóveis que são contemplados todo mês vem dos próprios participantes do grupo do consórcio, e não do banco;
 
- As parcelas são mais baixas do que um financiamento, por não ter juros bancários;
 
- É possível usar o FGTS para dar um lance ou completar o valor da carta de crédito na hora de comprar o imóvel;
 
- Também é possibilidade pegar o imóvel antes de quitar as dívidas: sendo sorteado ou dando o maior lance;
 
- Caso receba-se o imóvel no começo do consórcio, é possível alugá-lo e usar o aluguel para pagar as parcelas, permitindo que o imóvel se autofinancie;
 
- Com a carta de crédito em mãos, o contemplado tem poder de barganha do imóvel, da mesma forma de quem compra à vista.
 
Atente-se
 
- As parcelas e o valor da carta de crédito são reajustados todo mês. Caso você receba a carta de crédito logo no começo, as parcelas serão reajustadas, mas o valor da sua carta (que já terá sido entregue) continuará o mesmo;
 
- Se a contemplação demorar, talvez o investimento não valha a pena, porque serial possível estar guardando o dinheiro na poupança todo mês e ainda obter rendimento;
 
- Caso os preços dos imóveis subam, ao conseguir a carta de crédito poderá haver um certo prejuízo, impossibilitando a compra do imóvel desejado;
 
- Não é possível usar a carta de crédito para dar entrada em um financiamento de imóvel mais caro, a não ser que  o consórcio esteja quitado. 
 
Antes de contratar
 
- O Banco Central disponibiliza todo mês uma lista das Administradoras de Consórcios que são autorizadas a funcionar. Também disponibiliza um ranking das Administradoras com maior número de reclamações. Antes de contratar, verifique se a administradora na qual está sendo feita a cotação é regulamentada e evite as que têm muitas reclamações;
 
- Faça as contas, analise suas necessidades e veja qual é a melhor opção. Caso haja urgência em adquirir um imóvel, o consórcio não é a melhor opção, pois não existe garantia de que você conseguirá o imóvel antes da quitação das parcelas. Porém, caso não haja valor de entrada para o financiamento e pressa, o consórcio é a escolha certa;
 
- Pesquise e compare os valores cobrados por cada Administradora de taxas e seguros.
 
Ranking de reclamações por Administradora: http://www.bcb.gov.br/?RANKING
 
Relação das Administradoras autorizadas: http://www.bcb.gov.br/?RELINSTCONS
 
Gostou do post? Siga a Módena no FACEBOOK e no TWITTER!
 
 
Voltar ao Blog

Entre em contato conosco

Escolha a forma de preferência e entre em contato com a gente