Morar perto do metrô?

05/05/2015

Morador da cidade de São Paulo prefere imóvel a até um quilômetro do metrô. Isso não é uma particularidade de São Paulo, pois em todas as cidades que já contam com metrô o fenômeno se repete. Nas cidades da Grande São Paulo, que não têm estações de metrô, as unidades mais próximas de terminais ferroviários e rodoviários também são mais valorizadas. A equação é simples: em grandes cidades, a localização define a qualidade de vida do morador tanto quanto as características físicas do imóvel, como tamanho ou acabamentos. Morar em um local que ofereça fácil acesso e boas opções de transporte facilita muito a rotina. Não à toa, a localização é um dos fatores determinantes na compra de um imóvel. Poder deixar o carro em casa e se locomover de metrô para o trabalho ou para outros compromissos do dia a dia mostra-se uma grande vantagem, principalmente nas grandes cidades, onde o excesso de veículos torna o trânsito cada vez mais intenso. Além da questão da mobilidade, a infraestrutura de comércios e serviços ao redor das estações é, no geral, bastante ampla. Não é difícil o morador encontrar lojas, padarias, farmácias, agências bancárias, restaurantes e outras opções importantes. Outro ponto a se considerar é o alto grau de valorização de imóveis nessas regiões, que são muito desejadas e cada vez mais escassas. Sendo assim, os projetos lançados nessas áreas possuem bastante procura e sempre se valorizam. Os empreendimentos bem próximos a estações de metrô, tornam a rotina dos moradores muito mais prática. Esse movimento e conceito deverão, em pouco tempo, mudar o modelo de urbanização em São Paulo e em outras grandes cidades. Os carros ficarão nas garagens, o transporte público será melhorado e a cidade será de seus moradores. Essa mudança já está sendo estruturada.

Voltar ao Blog

Entre em contato conosco

Escolha a forma de preferência e entre em contato com a gente